EN CE MOMENT
Site de la DAREIC de l’académie de Guyane

L’académie participe à la 10ème Réunion de la Commission Mixte de Coopération Transfrontalière France-Brésil

Article publié sur le site du Gouvernement de l’Amapá
https://www.diariodoamapa.com.br/cadernos/cidades/escolas-de-fronteira-serao-implantadas-em-oiapoque-e-saint-georges/

Escolas de fronteira serão implantadas em Oiapoque e Saint Georges
O Governo do Amapá e o Ministério da Educação da Guiana Francesa iniciam, em 2017, o processo de implantação da Escola de Fronteira nas cidades de Oiapoque e Saint-Georges-de-l’Oyapock. A iniciativa é uma continuidade das ações previstas na convenção entre os dois países, assinada em 2008 e, firmada nesta quarta-feira, dia 7, durante a X […]
9/12/2016 | 16:29

O Governo do Amapá e o Ministério da Educação da Guiana Francesa iniciam, em 2017, o processo de implantação da Escola de Fronteira nas cidades de Oiapoque e Saint-Georges-de-l’Oyapock.
A iniciativa é uma continuidade das ações previstas na convenção entre os dois países, assinada em 2008 e, firmada nesta quarta-feira, dia 7, durante a X Reunião da Comissão Mista de Cooperação Transfronteiriça França-Brasil, que acontece em Caiena, capital da Guiana Francesa.
A Secretaria de Estado da Educação (Seed) propôs a alteração de alguns artigos da Convenção e a composição do grupo de trabalho para cuidar do estreitamento desta relação e efetivação das ações, incluindo a implantação da Escola de Fronteira.
O Ministério da Educação (MEC) tem cobertura legislativa que ampara esta iniciativa em cidades identificadas como cidade gêmea e os municípios de Oiapoque e Saint George aparecem nesse cenário. A portaria 798 de 19 de junho de 2012 do MEC institui o “Programa Escolas Interculturais de Fronteira” que visa a promover a integração regional por meio da educação intercultural e bilíngue.
A secretária de Estado da Educação, Goreth Sousa, que integra a delegação amapaense no encontro em Caiena, afirma que é possível avançar para questões referentes ao ensino etnológico e suas ligações culturais e de parentescos.
Goreth também lembrou que embora o Amapá não tenha um conselho constituído, o Estado tem um grande zelo pelo ensino da língua francesa em sua rede estadual de ensino. “A língua estrangeira na matriz curricular nas escolas estaduais no Amapá e a língua francesa. Além disso, o Estado possui em seu quadro de docentes um expressivo número de professores da língua os 16 municípios”, destacou.
A secretária também relembrou as atividades específicas desenvolvidas pelos seus centros de cultura e de estudos da Língua Francesa, como o Centro Cultural Franco Amapaense e Escola de Francês Danielle Mitterand.
“Está em estudo a criação de uma escola técnica de cultura dentro do Centro Cultural Franco Amapaense para fomentar o intercâmbio cultural dentro do formato descrito na convenção, além da continuidade ao estágio amazônico, que existe para intercâmbio entre professores da educação básica brasileira e guianense”, explicou.
A escola de Língua Francesa Danielle Mitterand, além do ensino da língua francesa para os cidadão amapaense, também cuida das demandas específicas. A exemplo, Goreth disse que a Seed está com uma turma específica para os técnicos da Secretária de Meio Ambiente para colaborar com a cooperação para questões ambientais no que diz respeito a quebra da barreira da Língua no âmbito da fronteira Brasil – Guiana Francesa.

https://www.diariodoamapa.com.br/cadernos/cidades/escolas-de-fronteira-serao-implantadas-em-oiapoque-e-saint-georges/

Eduscol

Contact

DAREIC
Délégation Académique aux Relations Européennes et Internationales et à la Coopération

TROUBIRAN  : Route de Baduel - BP 6011
97306 Cayenne

Tél. : +594 594 27 20 95

Courriel : dareic@ac-guyane.fr

La DAREIC coordonne et dynamise l’ensemble des actions internationales des établissements, en cohérence et complémentarité avec les actions conduites tant par les collectivités locales que par les autres services déconcentrés de l’État, l’Université de Guyane, le tissu associatif et les organismes de recherche implantés, notamment dans le cadre de la coopération régionale.

La DAREIC, Conseillère du recteur, facilite le pilotage de la stratégie d’ouverture internationale de l’académie afin d’assurer la cohérence entre les objectifs nationaux, les particularités académiques et la pratique des établissements.

Les évènements à venir

- 1er juin - 15 décembre 2020

Saison Africa 2020,
Restitution des productions avec les partenaires africains

- 10 janvier 2020

Sélection des candidatures Africa 2020


©2020 Académie de la Guyane - Tous droits réservés | Mentions légales